O Projeto [email protected]ção parte das perspectivas abordadas nos documentos internacionais e nacionais para o desenvolvimento de um diagnóstico em parceria com os atores locais do município de Nova Santa Rita (RS) como instrumento importante para qualificar as políticas públicas municipais, bem como contribuir na análise de prioridades para atendimento desta e com esta população. Propôs um olhar aprofundado para as crianças, adolescentes e jovens desse território, suas particularidades e os horizontes a serem alcançados, reconhecendo-os constantemente como sujeitos de direitos.

Os resultados deste itinerário percorrido em 2018 e das análises de dados estão contemplados na publicação, com o intuito de qualificar a articulação intersetorial e a proposição de políticas públicas para as infâncias, adolescências e juventudes, entendendo-as como prioridade absoluta de acordo com o artigo 227 da Constituição Federal. Promovendo dessa forma, que o poder público e a população adulta do município se aproximassem desses sujeitos de direitos para praticar a escuta, considerar sua opinião e ampliar o olhar para a integralidade desse público, utilizando-se este documento na estruturação, ou reestruturação, das políticas públicas municipais.

Diagnóstico

A participação infanto-juvenil, conforme a Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança (CDC), consiste na compreensão de seus direitos e a possibilidade de expressar suas opiniões e participar, conforme o adulto, das tomadas de decisão que a afetam, seja na escola, em casa ou na política. Nesse sentido, as metodologias aplicadas no [email protected]ção envolveram com prioridade gestores e representantes da sociedade civil, considerando que o próximo passo seria o envolvimento das infâncias, adolescências e juventudes para ampliação da participação e da oportunidade de qualificação das políticas, observando as prioridades.

Recursos educacionais